quinta-feira, 29 de julho de 2021

Medicina Tradicional Chinesa (MTC) ou Acupunctura

    Muita gente confunde, pensando que são a mesma coisa, ou até que "a medicina chinesa é só meter agulhas"...

    Para isto, escrevemos este texto, para ajudar a desmistificar isto tudo e para ajudar na compreensão do tema (principalmente quem procura tratamento de algo mas têm alguns receios porque não entende a cultura ou métodos de tratamento).

    A acupunctura faz parte da MTC, sendo na realidade apenas cerca de 20% da MTC, sendo eficaz para tratamento directo e imediato, por isso tornou-se mais popular no Ocidente, mas, por incrível que pareça, no Oriente são mais usados os outros ramos da MTC, como a fitoterapia (uso de plantas medicinais), a massagem, a nutrição/dietética e o exercício (tai chi/ chi kung), pois é uma medicina mais preventiva, que consegue tratar com tempo e calma, corrigindo o corpo e mantendo o delicado equilíbrio do corpo.

    Geralmente quando pensamos em MTC, a nossa mente vai logo para a acupunctura, mas muitos acupuncturistas e praticantes de MTC fazem massagem, usando as mãos, alguns aparelhos como ponteiros e gua sha, usam moxa, etc, havendo uma variedade bastante grande de tratamento, sem ter que pensar ou abordar agulhas (para quem têm fobia, isto são excelentes notícias).

    No Oriente, é mais comum o médico de MTC prescrever uma fórmula de ervas medicinais, alterações na dieta, ou alterações no padrão de vida, do que realmente recorrer logo à acupunctura (atenção, isto não tira mérito ou valor algum à acupuntura, pois é uma excelente ferramenta, fazendo parte integral da MTC).

    Esperamos que isto ajude a relaxar as pessoas que têm receios ou dúvidas sobre a MTC, e receio de agulhas também. 

quinta-feira, 22 de julho de 2021

"Desportos Yin" e "Desportos Yang"

    Antes de mais, lamentamos a nossa ausência. Sabemos que já não escrevemos nem publicamos à algum tempo, mas por isso pedimos desculpa aos nossos caros leitores. Temos andado bastante ocupados, e para atender os pacientes com todo o cuidado e atenção que nos orgulhamos de dar, não tem sido fácil ter tempo e cabeça para escrever. Eis então um conceito que gostaríamos de abordar:


"Desportos Yin" e "Desportos Yang"

    Como terapeutas, muitas vezes recomendamos a prática de exercício físico, pois é importante para manter e regular o equilíbrio do corpo, e muita gente pergunta que exercícios recomendamos... Algumas pessoas acham estranho porquê recomendamos os desportos que recomendamos, e por isso explicamos detalhadamente aos nossos pacientes. Por isso decidimos escrever este texto, para que ajude todos os que procuram esta informação, para que consigam escolher o desporto que provavelmente maior benefício trará.

    Apesar de não abordarmos, aqui e agora, em profundidade o que é o Yin e o que é o Yang (resumidamente são dois conceitos complementares, relativos, responsáveis pelo equilíbrio em tudo que existe na natureza), achamos que muitos Ocidentais já têm alguma ideia básica dos conceitos (se não tiverem, podem sempre perguntar).

    Existem pessoas naturalmente mais Yin (pessoas mais calmas, mais passivas, com mais tendência para a depressão, problemas de estagnação de energia, etc.), e pessoas naturalmente mais Yang (pessoas mais stressadas/nervosas, mais activas, com mais tendência para a hiperactividade, "burnout", etc.). Quando alguém pergunta que desporto deve praticar, além da capacidade física, há algo que gostamos de ter em conta: a natureza da pessoa.

    Se for uma pessoa mais Yin, apesar de naturalmente gostar mais de desportos calmos e pouco vigorosos (xadrez, caminhada, yoga, tai chi, etc.), para a pessoa encontrar o máximo possível de benefícios, deverá procurar um desporto mais Yang.

    Se for uma pessoa mais Yang, naturalmente vai gostar mais de actividades vigorosas (correr, combate, desportos radicais, etc), mas para encontrar o máximo possível de benefícios, deverá procurar um desporto mais Yin.

    Isto leva-nos a um conflito natural: a pessoa provavelmente não gosta daquele tipo de actividade. É natural, e não podemos obrigar. Fazer algum desporto é melhor que nenhum desporto, mas, para a pessoa encontrar um bom equilíbrio, temos que recomendar um desporto que ajude a equilibrar a natureza da pessoa. Alguns dos nossos pacientes que tentaram as nossas sugestões, apesar do início não gostarem, aperceberam-se que além de bons naquilo, tornava-os mais equilibrados. É um desafio que recomendamos, pois vale a pena descobrir.

Celulite

     Provavelmente interrogam-se porque é que nós, que geralmente focamo-nos em questões de saúde e evitamos questões de estética, estamos f...