quinta-feira, 25 de março de 2021

Cliente ou Paciente?

    Às vezes falamos directamente com os pacientes, outras vezes entre nós terapeutas, e usamos o termo "paciente". Ao ouvirem isto, já tive pacientes a perguntar "paciente?... Não quer dizer cliente?"

    Por isso acho importante clarificar porque fazemos a distinção entre os 2 termos. Esta distinção é algo que é importante para nós, que temos batalhado por fazer as pessoas entenderem, e por isso acho importante partilhar com Vocês, caros leitores.

    "Cliente" é alguem que entra, paga, e sai. Foi ali efectuar um negócio ou transacção, e terminou ali.

    "Paciente" é alguem que sofre de algum problema, que tentamos ajudar. A prioridade não é o dinheiro nem a capacidade económica do paciente, mas sim a saúde. Tratar o problema que aflige o paciente é a prioridade. Mesmo quando tratado (uma sessão) ou em tratamento (várias sessões), é um acto continuo... É alguem que tentamos acompanhar, monitorizar, fazer "check up", e que por vezes debatemos os casos das patologia, mesmo fora de horas de trabalho, quando pesquisamos tratamentos alternativos, etc.

    No caso de "paciente", não se limita ao acto de pagamento. Mesmo depois, continuamos ligados aos nossos pacientes, e esperamos que os nossos pacientes também se sintam à vontade para nos abordar, nem que seja com alguma pequena questão.

    Para nós, terapeutas, nada é "pequeno demais para tratar", não existem "dores normais"... Nada é ignorado. Se algo ocorre, têm que ocorrer por uma razão, por isso quando tratamos o corpo num todo, gostamos que os nossos pacientes mencionem até aqueles pequenos detalhes que já nem se lembravam, mas que pode estar relacionado e até ajudar a compreender o mecanismo da lesão ou doença.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Celulite

     Provavelmente interrogam-se porque é que nós, que geralmente focamo-nos em questões de saúde e evitamos questões de estética, estamos f...